Léa

ensino , aprendo e faço arte ...

domingo, 18 de setembro de 2011

Registros

Eu me sinto feliz quando algum amigo
me oferece um texto de sua própria autoria
para enriquecer o blog...
Aqui, vocês vão ler um texto
da Rose de Lis...
Escolhi essas imagens que achei num blog chamado
Tatuagens são registros...

Registros.

Há pessoas que emanam puro amor.
Transmitem com facilidade pelos poros, pelos pensamentos, pelo olhar, pelo toque, pelo sorriso ... aquele carinho todo especial.
O ar fica até impregnado de tanta fragrância.
E foi assim ...
Não havia pessoa igual.
Aquele senhor grisalho, alto, com voz grave mas tom de criança.
Sua presença era verdadeira alegria. Dia de festa.
Festa dos anjos. Que gostoso era ficar ao seu lado e envolver-se daquele bálsamo energético !
Seu sorriso envolvia-nos com ternura e nos dava tranquilidade,.
Suas palavras confortavam, amparavam, alimentavam o espírito.
Seu humor era inabalável. Não havia um traço de preocupação em seu semblante.
Era a paz personificada.
Como seria seu coração ? Sinto que era um verdadeiro arcó-íris macio feito algodão doce. E doce feito o amor.
Meu padrinho não era um ser de outro mundo, mas deste mesmo.
Ele era do mundo das formas, da matéria, embora muitas vezes eu achasse que ele desapareceria num passe de mágicas.
Ele era o que chamamos de anjo encarnado, desses seres que convivem conosco e não desconfiamos (ou desconfiamos) que estão por aqui e por ali para guiar, orientar, ouvir, amparar.
Por treze anos tivemos um encontro anual. Isso mesmo, tivemos treze encontros apenas, nesta vida.
O dia do encontro, era muito especial . Era o dia do meu niver !!!
E o maravilhoso presente que recebia era a  sua presença.
Certamente ele trazia o presente material embrulhado numa folha deslumbrante. Mas lembro-me muito pouco disso, quase nada.
Como pode-se perceber, o presente na caixa era insignificante.
O que me mantinha alerta, ansiosa e vibrante era saber que podia contar com sua presença.
Mesmo que fosse em outra data do ano, não importa, sabia que ele estaria lá. E isso bastava.
Que presente era a sua presença !

Esse registro mantenho carimbado em meu coração para sempre.
Ainda não temos consciência de como é importante trabalhar a energia pessoal, para que possamos viver em paz,  transmitir o melhor para nosso próximo e o ambiente no qual vivemos.
Trabalhar a energia pessoal significa querer enxergar as próprias mazelas, entendê-las, organizá-las e principalmente tratá-las.
Quem trabalha a energia pessoal pratica o auto amor. Nunca se sente só, porque está sempre se acompanhando, observando, tratando, "conversando com os próprios botôes".
Quem trabalha a energia pessoal está sempre na presença de si mesmo.
Na presença da Luz de Deus, porque está exercitando a verdadeira vigilância.
Vigiar o que sente, o que pensa, o que fala e o que faz. Não como um fiscal ou sentinela que pune pelos erros ...
Mas como a pessoa que mais se ama.
Querer-se bem é isso: cuidar-se por dentro.
Isso é amor verdadeiro.
Amor divino.
Como é bom poder transmitir e receber o melhor.
O melhor que já está em nós, esperando por um lustro para poder brilhar e iluminar o caminho.
Nestes treze encontros, recebi o maior e melhor presente: o amor incondicional.
Este presente faz a diferença na vida das pessoas.
É abundância por dentro e por fora.
É um constante multiplicar o amor por si e pelo próximo.
Quanto mais nos doamos ... mais Luz no caminho derramamos.
E assim como recebemos, espero que sejamos capazes de ofertar.
E quem sabe, neste exercício ... possamos ser anjos uns dos outros, impregnando a atmosfera terrestre com o encanto da vida que é justamente estar vivo.

(Rose de Lis)




3 comentários:

terradosaromas.com disse...

Oi, tinha escrito algo e sei lá, o blogspot não publicou .... e era tão legal...
O texto da Rose está bem especial e o que mais gostei foram as palavras em relação a nossas riquezas, que são as pessoas na nossa vida. Não há tesouro maior, sem elas, tudo o que vc compra ou ganha não tem valor algum.
Bju

olhoscoloridos disse...

e só podemos amar nossos queridos, de verdade mesmo, se nos amarmos tb...

terradosaromas.com disse...

Sim, concordo com vc :) bju